Português Italian English Spanish

Guedes diz que pode deixar governo caso Previdência não avance

Guedes diz que pode deixar governo caso Previdência não avance


Guedes diz que pode deixar governo caso Previdência não avance

 

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes comentou, em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, nesta quarta-feira (27), que poderia deixar o governo, caso avalie que as soluções que tem a oferecer para equacionar a questão fiscal do Brasil não tenham receptividade do presidente Jair Bolsonaro e do Poder Legislativo.

Ou seja, se ele sentir que não está ajudando, no final das contas, não tem muito tempo a perder. Guedes é bem sucedido na iniciativa privada. Empresas fazem fila por ele.

“Se o presidente apoiar as coisas que eu acho que podem resolver o Brasil, eu estarei [no governo]. Agora, se o presidente ou a Câmara ou ninguém quer aquilo, eu vou dificultar o trabalho dos senhores? De forma alguma. Voltarei para onde sempre estive. Tenho uma vida fora daqui”, disse o economista.

Guedes, que foi questionado pela senadora Eliziane Gama (PPS-MA), deixou claro que acredita na “dinâmica virtuosa” da democracia e que não vai abandonar o governo na primeira derrota. Mas que seu limite é avaliar se está contribuindo com soluções.