Português Italian English Spanish

Protestos contra o STF e medidas de restrição registraram adesão maciça em todo Brasil

Protestos contra o STF e medidas de restrição registraram adesão maciça em todo Brasil


Em São Paulo, milhares de manifestantes pediram o impeachment de ministros do Supremo e do governador João Doria; Polícia Militar diz que não esperava tanta gente

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro saíram às ruas em todo o Brasil para protestar contra decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) — em especial a que anulou as condenações de Luiz Inácio Lula da Silva e devolveu os direitos políticos do petista — e as medidas de restrição adotadas por diversos prefeitos e governadores. Em São Paulo, milhares de manifestantes partiram do parque do Ibirapuera em direção à avenida Paulista com camisas e bandeiras do Brasil, além de faixas contra o governador do Estado, João Doria, que vem adotando restrições de circulação. A Polícia Militar manifestou surpresa com a grande quantidade de gente presente no ato. Outras capitais também registram adesão maciça aos protestos.

Além de protestarem contra a decisão do ministro do STF Edson Fachin que beneficiou Lula, os manifestantes pediram impeachment de membros do Supremo — o mais atacado foi Alexandre de Moraes, que determinou a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) — e, em São Paulo, de Doria.