Português Italian English Spanish

02 de julho - Dia do Hospital

02 de julho - Dia do Hospital


O Dia do Hospital é comemorado em 02 de julho e segundo o Ministério da Saúde” “o hospital pode ser definido como “a parte integrante de uma organização médica e social, cuja função básica consiste em proporcionar à população assistência médica integral, curativa e preventiva, sob quaisquer regimes de atendimento, inclusive o domiciliar, constituindo-se também em centro de educação, capacitação de recursos humanos e de pesquisas em saúde, bem como de encaminhamento de pacientes, cabendo-lhe supervisionar e orientar os estabelecimentos de saúde a ele vinculados tecnicamente”.

Muitos estudiosos acreditam que os primeiros locais semelhantes a hospitais surgiram na Antiguidade com o objetivo principal de cuidar de feridos de guerra. Existem pinturas, por exemplo, datadas de 2920 a.C., em uma região localizada entre a Galileia e a Judeia, que sugerem um possível local de cura de guerreiros.

Apesar de existirem locais especializados em cura datados da Antiguidade, acredita-se que apenas com a expansão do Cristianismo, por volta do século IV, esses locais tornaram-se mais comuns e passaram a fornecer assistência, não só para doentes, mas também para peregrinos e pobres. Percebe-se aí o surgimento de uma visão humanística que mudou a organização social.

As pessoas que necessitavam de cuidados procuravam inicialmente os templos religiosos a fim de pedir a cura para o seu Deus. Ao abrigarem-se nesses locais, doentes, pobres e peregrinos recebiam cuidados e eram tratados pelos religiosos. Esses locais serviram como moldes para a criação dos hospitais como conhecemos atualmente.

Acredita-se que antes do século 18 os hospitais eram vistos apenas como forma de isolar da sociedade as pessoas que necessitavam de cuidados. Apenas no final do século XVIII o objetivo principal passou a ser a cura e a reintegração dos doentes.

No Brasil, o primeiro hospital criado foi a Santa Casa de Misericórdia de Santos, em São Paulo, no ano de 1543, por iniciativa do português Brás Cubas. A principio não havia médicos para atuar nesse local, sendo assim, os encarregados de cuidar dos enfermos eram os jesuítas. No dia 2 de julho de 1945, o atual prédio da Santa Casa de Misericórdia de Santos foi inaugurado pelo presidente Getúlio Vargas. Na ocasião, o prédio destacava-se pela sua estrutura e por ser um dos maiores do país.

Graças a esse importante passo para a promoção da saúde no Brasil, o dia 02 de julho passou a ser considerado o Dia do Hospital. Essa data é importante para a conscientização sobre a importância desses locais para toda a sociedade e as maneiras de melhorar o atendimento a fim de que essas instituições consigam atender as necessidades da população.

Atualmente, o Brasil possui mais de seis mil hospitais, e 24 deles possuem certificação de excelência internacional concedida pela JCI (Joint Commission International). Dentre os hospitais certificados, podemos citar o Hospital Nove de Julho, Hospital Albert Einstein, Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Hospital Rios D'Or e Hospital Sírio-Libanês.

Curiosidade: O Dia Mundial do Hospital é comemorado no dia 14 de julho e foi instituído pela Organização Mundial de Saúde.

Aqui no bairro da Mooca temos uma referência e exemplo que é o Hospital e Maternidade São Cristóvão .

Administrado pela Associação de Beneficência e Filantropia São Cristóvão, o Grupo São Cristóvão Saúde é constituído pelas seguintes Unidades de Negócio: Hospital e Maternidade Geral, Plano de Saúde, sete Unidades Ambulatoriais, Filantropia, Centro de Atenção Integral à Saúde (CAIS), Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) e Hotel Recanto São Cristóvão, localizado em Campos do Jordão. Referência em saúde, na Zona Leste de São Paulo, a Instituição completou 108 anos em dezembro de 2019. Através da gestão administrativa dirigida pelo CEO/Presidente, Engº Valdir Pereira Ventura, tem sido promovida uma grande modernização e expansão em sua estrutura física e tecnológica, investido em equipamentos, certificações e profissionais qualificados. Atualmente, o Hospital e a Maternidade aumentou a capacidade de internação passando de 171 para 275 leitos, além das sete Unidades dos Centros Ambulatoriais, Centro Laboratorial Américo Ventura (CLAV) e do Centro de Atenção Integral à Saúde que realizam diariamente milhares de consultas, proporcionando qualidade assistencial às mais de 135 mil vidas do Plano de Saúde.