Português Italian English Spanish

A Mocidade Unida da Mooca será a 1ª escola de samba de São Paulo à participar da disputa do Carnaval Virtual feito pela LIESV

A Mocidade Unida da Mooca será a 1ª escola de samba de São Paulo à participar da disputa do Carnaval Virtual feito pela LIESV

Data de Publicação: 5 de maio de 2020 20:58:00

Na manhã de 04 de maio, o presidente da Escola de Samba Mocidade Unida da Mooca, Rafael Falanga, informou que  a MUM será a primeira escola de samba de São Paulo à participar da disputa virtual na história.

“Obrigado LIESV - Carnaval Virtual e todos os colaboradores da MuM que aceitaram o desafio de participar Beto Monteiro Luana Araujo Alberth Barbosa Julio Hercowitz Gustavo Della Volpe (Festa) e Thiago Gonçalves Tartaro. Estamos muito felizes, grandes gênios da folia virtual já contribuíram com projetos e desenvolvimentos reais na MUM: Cézar Hokamura, Rodrigo Meiners, André Rodrigues e chegou a hora de devolver ao maior Espetáculo da Tela um pouco do que ele já nos proporcionou!

Que a MUM seja a primeira de muitas escolas reais do Carnaval de São Paulo e do Brasil à valorizar essa manifestação, estimulando suas bases e fomentando o incentivo à novos talentos”, disse o presidente Falanga.

Vale explicar que o carnaval virtual surgiu através de um grupo de amigos, no ano de 2003, que trouxeram para o mundo virtual toda sua paixão pelo carnaval através da ideia de realizar desfiles de escolas de samba através da tela do computador, para isso, criaram a LIESV (Liga Independente das Escolas de Samba Virtuais) e, liderados por Miguel Paul, os membros se organizaram para desenvolver enredos, sambas, desenhos de alegorias e fantasias entre as escolas que ali nasciam para a realização do primeiro desfile.

Através da LIESV o carnaval virtual se tornou a principal maneira dos amantes de carnaval viverem, mesmo que virtualmente, o clima de folia durante o ano inteiro

A LIESV é a Liga Independente das Escolas de Samba Virtuais. Ela foi criada por um grupo de aficcionados em samba e carnaval, em 2002, e realiza seus desfiles desde 2003, vindo para seu 14º ano. Como, devidamente, foi chamada, é “o maior espetáculo da tela”.

Como funciona a LIESV

A Liga é formada por Escolas de Samba Virtuais. As Escolas de Samba da LIESV são divididas em 02 (dois) grupos: Especial e o de Acesso. As escolas são baseadas em 03 (três) figuras principais: o presidente, que é quem toma as decisões sobre o carnaval da escola; o intérprete e o carnavalesco. Pode ter outras figuras, como diretor de carnaval, assessor de imprensa, e etc, mas não são indispensáveis. Os compositores não são ligados a nenhuma escola – eles podem compor sambas para todas as escolas, se quiserem.

Uma pessoa só pode presidir uma escola. O carnavalesco e o intérprete podem trabalhar em duas escolas, desde que elas pertençam a grupos diferentes. Para você ser presidente de uma escola, terá de montar sua escola e passar por um desfile de avaliação. Maiores informações, clique aqui. Se você quiser ser carnavalesco ou intérprete, basta ser convidado por um presidente de escola virtual.

Durante o ano, a Escola prepara seu carnaval, levando em consideração o regulamento do ano. É muito importante conhecer, além do Regulamento (onde estão as informações para você montar seu desfile), o Estatuto da LIESV, que mostra como a LIESV funciona e como cada componente deve agir no seu dia-a-dia com as outras pessoas.

O trabalho da escola inicia-se com a definição do enredo. A escola deverá elaborar uma sinopse que tenha os pontos abordados no enredo para orientar os compositores. Nenhum integrante da escola, com exceção do intérprete, pode fazer samba para a agremiação. É obrigatório ter o concurso para a escolha do samba.

O carnavalesco elaborará a parte visual do desfile: fantasias e alegorias. Pode fazer através de desenho, na mão, com lápis de cor, canetinha ou qualquer outro tipo de material. Também pode fazer, se quiser, maquetes.

Qualquer pessoa pode ser compositora de sambas-enredo. Basta entregar à escola a letra do samba e o áudio. O áudio não precisa de instrumentos musicais – basta você soltar a voz no microfone e gravar um arquivo de som para entregar à escola.

A escola selecionará seu samba enredo, que será gravado pelo intérprete. Terá de fazer 02 (dois) áudios – um, para o CD; outro, para o desfile. A gravação poderá ser feita em estúdio profissional ou pelo próprio computador. Também não é necessária a presença de instrumentos musicais.

A LIESV entrega às escolas o organograma, que será preenchido com todas as informações que os jurados precisam para o julgamento. Toda a organização do desfile é com a LIESV – é a LIESV que monta as páginas dos desfiles e os exibe, que escolhe os jurados, que monta o CD de Sambas Enredo.

No final, é realizado o desfile e o trabalho é exibido para inúmeras pessoas, inclusive profissionais do carnaval real. Ocorre a apuração e a melhor escola é declarada campeã.

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário