Português Italian English Spanish

Pesquisadores de Oxford vão testar vacina contra coronavírus dia 24 de Abril

Pesquisadores de Oxford vão testar vacina contra coronavírus dia 24 de Abril

Data de Publicação: 23 de abril de 2020 21:08:00
Equipe de pesquisadores começará os teste na próxima quinta-feira e expectativa é lançar uma vacina ainda neste ano

Pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, anunciaram nesta terça-feira (21) que devem começar a testar uma vacina para o coronavírus na próxima quinta-feira (23) em humanos. A intenção da equipe é ter a vacina pronta ainda no segundo semestre deste ano.

Segundo o jornal britânico The Independent, a informação é dada pelo secretário de Saúde do Matt Hancock durante uma coletiva de imprensa. Hancock anunciou um investimento de 20 milhões de libras (mais de R$ 130 milhões) para a pesquisa da Universidade de Oxford. Também serão destinados 22, 5 milhões de libras a pesquisadores do Imperial College de Londres.

Sarah Gilbert, professora em Oxford, disse que a vacina que está sendo desenvolvida por sua equipe pode estar pronta para uso em setembro.

Durante a entrevista coletiva, Hancock informou que a “equipe acelerou o processo de testes, trabalhando em parceria com a MHRA (Agência Reguladora de Medicamentos e Assistência Médica)."

Ainda declarou que "em tempos normais, chegar a esse estágio levaria anos" e está "muito orgulhoso do trabalho realizado até agora."

O governo também deve investir na capacidade de fabricação das vacinas, para que, assim que o medicamente estiver pronto possa ser disponibilizado "o mais cedo possível".

Também alertou que “nada sobre esse processo é certo. O desenvolvimento da vacina é uma questão de tentativa e erro e tentativa novamente. Essa é a natureza de como as vacinas são desenvolvidas. "

Ainda, o governo se comprometeu a apoiar "ao máximo" e deve disponibilizar os recursos necessários para que os pesquisadores tenham mais chance de sucesso o mais rápido possível".

Hancock deixou claro que acredita que o Reino Unido poderá colher um benefício econômico gigantesco se for o primeiro a alcançar o "Santo Graal" de uma vacina que poderia proteger o mundo inteiro contra a Covid-19.

 

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário