Português Italian English Spanish

Ao invés de criar regras para população sair do confinamento e da crise econômica, Doria aumenta em 19 dias a quarentena

Ao invés de criar regras para população sair do confinamento e da crise econômica, Doria aumenta em 19 dias a quarentena

Data de Publicação: 17 de abril de 2020 13:53:00

Ao invés de criar regras para a população sair do confinamento e da crise econômica, como por exemplo , reabrir comércio com reforço de uso de máscaras, distanciamento e higienização , o Governo de São Paulo anunciou que o período de quarentena no Estado de São Paulo será prorrogado mais uma vez !  A medida agora vai até o dia 10 de maio de 2020, ou seja, aumentou a quarentena em 19 dias . A determinação seguirá com as mesmas regras da anterior, com o fechamento do comércio e mantendo apenas os serviços essenciais, como alimentação, transporte, comunicação, saúde e segurança.

As regras da quarentena seguem as mesmas. Governador e Prefeito informaram que a fiscalização será mais intensiva. “A Orientação para os dois mil fiscais da prefeitura é lacrar, se na reincidência, cassar a licença”, alertou o Prefeito Bruno Covas.

 

Devem seguir abertos durante a quarentena seguindo as orientações dos sanitaristas:

  • Hospitais, clínicas, farmácias e clínicas odontológicas; públicas ou privadas
  • Transporte público;
  • Transportadoras e armazéns;
  • Empresas de telemarketing;
  • Serviços de call center,
  • Petshops;
  • Deliverys;
  • Supermercados, mercados e padarias;
  • Limpeza pública;
  • Postos de combustível.
  • Bancas de jornais
  • Táxis e aplicativos de transporte
  • Serviços de Segurança Pública, tanto estadual, quanto municipais, continuam funcionando normalmente
  • Bancos e lotéricas também continuam abertos
  • Indústrias devem continuam operando, já que não têm atendimento ao público em geral.

Devem seguir fechados durante a quarentena:

  • Bares, cafés, padarias e restaurantes podem manter o funcionamento em sistema de delivery e/ou drive thru.
  • Casas noturnas;
  • Shopping centers e galerias;
  • Academias e centros de ginástica;
  • Espaços para festas, casamentos, shows e eventos;
  • Escolas públicas ou privadas.

 

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário